top of page

CVG-RJ entrega ‘Oscar do Seguro’ aos destaques do setor

Realizado no Rio de Janeiro, evento “Destaques do Ano” chega a 47ª edição e aponta para desenvolvimento do setor e democratização do acesso ao seguro



Diretores e premiados em confraternização na festa do “Oscar do Seguro”, do CVG-RJ – Foto: Rafael Wallace

RIO DE JANEIRO (21/09) — Diante dos mais destacados representantes do setor de seguros brasileiro, foram anunciados na noite desta quinta-feira (21) os contemplados com o tradicional prêmio “Destaques do Ano” de 2022/23, considerado o “Oscar do Seguro”. Realizado no Clube da Aeronáutica, no centro do Rio de Janeiro, e organizado pelo Clube Vida em Grupo do Rio de Janeiro (CVG-RJ), a premiação chegou a sua 47ª edição do evento, com o lema de democratização do acesso ao seguro no país e teve a condução do cerimonial por Simone Julião.

O evento também foi marcado pela posse do novo presidente do CVG-RJ, Edson Calheiros, para um mandato que será cumprido nos próximos dois anos. Minutos antes da premiação, Calheiros, em seu discurso, prometeu dar continuidade às ações da gestão anterior, cujo comando era de Octávio Perrisé, que agora assumiu a presidência do conselho consultivo do CVG-RJ, empregando como lemas inovação e modernização das instalações da entidade, bem como implementando cursos e palestras na sede e promovendo grandes eventos, sobretudo os já consagrados como o “Oscar do Seguro”, que permitam reunir todo o mercado securitário.

Outra importante frente de trabalho de sua gestão será o fomento da cultura de seguros nas camadas mais populares e vulneráveis da sociedade. “O nosso CVG-RJ, ao longo dos seus 57 anos de história, contribuiu na formação de vários profissionais do mercado e continua contribuindo, não só para formação, mas, também, para a disseminação da cultura do seguro para toda a população brasileira”, declarou Calheiros, que complementou: “Através dos nossos corretores parceiros, seguradores, do esporte e da cultura o conceito de inclusão social através dos seguros inclusivos e da certeza de que tenho, que: seguro é essencial! e o essencial é estar seguro.”

Nova diretoria — Além do novo presidente do CVG-RJ, Edson Calheiros, a nova diretoria da entidade também foi empossada. Dela farão parte, o gerente regional da MAG Seguradora, Vinicius Brandão (vice-presidente); Andrea Ramos (gerente regional da Porto) e Marcio Coutinho (CEO da Capemisa Capitalização), como assessores da Presidência, além do Assessor de Assuntos Internacionais, César García González. A superintendente comercial da SulAmérica Seguradora, Esther Teixeira, como diretora de Seguros, tendo como diretoras-adjuntas Sonia Marra (sócia da Marra Corretora) e Jacqueline Sorensen (diretora comercial da Forza Assessoria); Ênio Miraglia, sócio da Millenium Assessoria, como diretor Social, que terá como diretoras-adjuntas Tatiana Antoniazzi (gerente regional da MBM Seguradora) e Leila Nogueira (Gerente Regional da HDI Seguradora) e Paulo Galindo, sócio da Unimédica Saúde, como diretor Financeiro, e seus diretores-adjuntos Gilberto Vilella (sócio da Plataforma Assessoria) e Wellington Costa (administrador de empresas e consultor de Seguros e Capitalização).

O conselho consultivo do CVG-RJ, que agora será presidido por Octávio Perissé, terá como secretário-executivo Ademir Marins. Já o conselho fiscal terá como presidente Ronaldo Marques (diretor da Icatu Seguradora) e também será composto por Lauro Barros (SulAmérica Seguradora) e Emanuel Paiva (Bradesco Seguros).

Coube à Perrisé a apresentação da premiação “Destaques do Ano”. Em seu discurso que antecedeu a entrega dos troféus aos vencedores, ele agradeceu ao apoio das beneméritas do CVG-RJ, dos cerca de 1200 associados e dos patrocinadores.

“Driblando as dificuldades naturais do período pandêmico, nada deixou de ser realizado: a festa dos destaques, pela primeira vez realizada online; a assinatura de convênio internacional com a Apromes (Associação Profissional de Mediadores de Seguros em Portugal), que abriu as portas dos profissionais do segmento de vida aos cobiçados mercados europeus, em especial, Portugal e Espanha; o ingresso de dez novas beneméritas, totalizando 21 empresas parceiras do CVG-RJ; a comemoração dos 60 anos de mercado do nosso estimado e ilustre ex-presidente do conselho, que nos deixou recente, Lucio Marques; as inúmeras palestras e vídeos técnicos com especialistas, entre outras”, listou Perrisé, para, em seguida, passar a palavra para a cerimonialista Simone Julião revelar os ganhadores do “Oscar do Seguro” 2022/23.

Estamos a três anos de completar 50 edições dos “Destaques do Ano”, a mais antiga e reconhecida honraria prestada aos profissionais e empresas do setor de seguros. De forma ininterrupta, a premiação homenageia personalidades e empresas que, ao longo do período em questão — ou seja, a edição de 2022/23 —, destacaram-se nas áreas de seguros de pessoas, saúde, previdência e capitalização. Não por acaso, o prêmio ficou conhecido como o “Oscar do Seguro” por traduzir um momento em que o mercado se reúne para celebrar e ser prestigiado por lideranças, executivos, profissionais das mais diversas categorias e a imprensa especializada, entre outros.

Os premiados — Os vencedores das treze categorias do “Oscar do Seguro” 2022/23 em cada categoria foram os seguintes: Baeta (Assessoria do Ano); MDS (Corretora do Ano); Ully (Corretora de Seguros Saúde do Ano); Escola de Negócios e Seguros (Instituição do Ano); Leonardo Freitas, da Bradesco Auto/RE (Profissional do Ano); Viviane da Cruz, da Prudential (Profissional do Ano); Bradesco Seguros (Campanha de Marketing do Ano); Capemisa (Seguradora de Capitalização do Ano); SulAmérica (Seguradora Saúde do Ano); MBM Seguradora (Seguradora Vida do Ano); Dyogo Oliveira, diretor-presidente da CNseg (Homem de Seguro do Ano); Erika Medici, CEO da Axa no Brasil (Mulher de Seguro do Ano) e HDI (Seguradora do Ano).

Homenagens – Além dos vencedores nas treze categorias do “Oscar do Seguro”, a 47ª edição do “Destaques do Ano” também reverenciou dois importantes nomes do setor. O primeiro deles é Lucio Marques, que, infelizmente, morreu recentemente. No evento estiveram seu filho Fabrício e Glória, esposa de Lucio. Ambos fizeram discursos emocionados.

Mineiro, de Belo Horizonte, Marques presidiu a diretoria-executiva e o conselho consultivo do CVG-RJ. Formou-se em história e administração pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Com 13 anos ingressou numa empresa de representação de seguradoras de um amigo de seu pai. Com 16 anos, tornou-se sócio e gerente geral da empresa, passou por várias companhias e, em 1983, desembarcou no Rio de Janeiro para dirigir a Seguros da Bahia e, posteriormente, a Previdência do Sul. Em 1992, Marques presidiu a Banerj Seguros a convite do governador do estado e foi vice-presidente do Sindicato das Seguradoras dos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo (Sindseg RJ/ES). Foi também diretor da ANSP, no Rio de Janeiro, e exerceu cargos de diretoria e conselho na Fenaseg, hoje CNseg, e na Escola de Negócios de Seguros (ENS). Ao todo, foram mais de 60 anos dedicados ao seguro. Além do legado técnico que Lucio Marques deixa ao mercado de seguros, ele publicou um livro de poesias, “Tsunami”, em 2000, e outro de contos, “Lagoa Santa”, em 2004. Deixa um livro, que será editado in memoriam.

Outro importante nome do setor na atualidade homenageado durante o evento foi Roberto Santos, CEO da Porto, onde atua há 15 anos, e presidente do conselho diretor da CNseg. Ele, entretanto, não compareceu ao evento e foi representado por Bruno Rocha, que leu, no palco, uma mensagem do homenageado. Nela, Santos agradece ao CVG-RJ e exalta a premiação “Destaques do Ano”. Segundo ele, é um orgulho ser homenageado aos 43 anos de carreira durante um evento tão prestigiado como o “Oscar do Seguro”. “Agradeço a toda diretoria e em especial ao Edson (Calheiros), o atual presidente. E para finalizar, gostaria de dedicar esse prêmio ao grande amigo Lucio Marques, que nos deixou recentemente, grande baluarte do mercado e que sempre foi muito ativo aqui, nesse clube.”

O diretor social Ênio Miraglia destacou que “a iniciativa pioneira de contar a história do CVG-RJ através de painéis com fotos alusivas aos fatos e personalidades marcantes da entidade, como o seu fundador Minas Mardirossian, para receber os convidados foi muito apreciado e emocionou os presentes”.

Show e samba no final — A 47ª edição da premiação “Destaques do Ano” terminou em meio a muita musicalidade, com a apresentação do Grêmio Cultural, Esportivo, Recreativo Escola de Samba Protegidos da Princesa, de Santa Catarina, cujo presidente da agremiação, Marcelo Domingos Pereira, revelou, em primeira mão, o samba enredo da escola de samba para o carnaval de 2024: “A celebração da princesa no palácio seguro do samba”, que conta a história do seguro no Brasil., enredo que partiu do novo presidente do CVJ-RJ, Edson Calheiros. Também no palco esteve a cantora Luana Vaz, que encerrou o evento cantando inúmeros sucessos da MPB.


Fonte: VTN Comunicação

Yorumlar


bottom of page