Destaques
Busca por Tags
Últimas notícias

CVG-SP celebra 38 anos com homenageados

Ocasião especial foi marcada por depoimentos emocionantes que lembraram o empenho de todos que trabalharam pela evolução da entidade.


No dia 12 de julho, no Terraço Itália, o CVG-SP realizou uma comemoração especial dos seus 38 anos de existência, completados em maio, com uma homenagem aos fundadores, ex-presidentes e colaboradores. Parte do evento foi dedicada às boas-vindas a oito empresas novas associadas. O presidente do CVG-SP, Silas Kasahaya, que se associou à entidade em 1987, no início de sua carreira, destacou a importância da ocasião. “É uma data especial, são 38 anos em que o CVG-SP tem se dedicado ao desenvolvimento de todos os temas ligados ao seguro de pessoas”, disse.


Silas Kasahaya

Em um recorte de tempo apenas dos últimos cinco anos, Kasahaya forneceu números que revelam a intensa atividade do CVG-SP. Segundo ele, foram realizados nesse período mais de 40 eventos, com a participação de mais de 5 mil pessoas, considerando seminários, almoços e cursos. Sobre os cursos, aliás, o presidente fez questão de registrar que nos primeiros anos do CVG-SP, todos os instrutores, incluindo ele próprio, eram voluntários. “Os cursos começaram lá atrás com o empenho de professores e colaboradores, sem qualquer remuneração”, disse.


Coube aos fundadores e ex-presidentes o testemunho sobre os primeiros passos do CVG-SP. Paulo Meinberg, fundador e presidente por seis gestões, entre 1988 e 2006, lembrou das dificuldades iniciais e reconheceu a valiosa contribuição de alguns colaboradores. Ele destacou, especialmente, três: o advogado Ayrton Pimentel, que estava presente no evento, o médico Marco Antonio Gazel e o atuário Gerhardt. “Estes, só não foram associados porque na época o estatuto não permitia a adesão de profissionais sem vínculo com seguradoras”, disse.


Elias José Cattach, fundador e presidente por duas gestões, entre 1983 e 1985, lembrou que na primeira diretoria do CVG-SP, na qual ocupou o cargo de tesoureiro, o maior obstáculo era a falta recursos. “Tínhamos de vender o almoço para comprar o jantar”, brincou. Cattach citou os nomes de alguns dirigentes do CVG-SP, incluindo os que já faleceram, destacando o importante trabalho de todos. “Meus parabéns a todos os presidentes que me sucederam, porque cada um ajudou a colocar um tijolo a mais no alicerce do CVG-SP. Construímos o CVG-SP e espero que seja eterno”, disse.


Fundadores, ex-presidentes e colaboradores homenageados durante a comemoração de 38 anos do CVG-SP

Oldemar de Souza Fernandes, fundador e presidente na gestão 1987/1988, comentou a responsabilidade dos dirigentes de manterem o CVG-SP em ascensão, sobretudo na primeira década. “Plantar a semente é muito nobre, mas também é preciso fazê-la crescer. Por isso, todos que sucederam os fundadores devem se sentir homenageados”, disse. Ele também se recordou do idealismo que permeou a fundação do CVG-SP e que, a seu ver, permanece. “Pessoas idealistas lutam por algo melhor. Sinto muito orgulho de fazer parte dessa história e agradeço a todos os que me sucederam”, disse.


Dilmo Bantim Moreira, atual presidente do Conselho Consultivo e presidente por duas gestões, entre 2013 e 2016, destacou o papel de formador profissional do CVG-SP, lembrando do empenho dos instrutores no passado. “Não havia computadores, como hoje, e éramos obrigados a pedir para as empresas em que trabalhávamos para imprimir as apostilas dos cursos. Hoje, é difícil encontrar no mercado quem não tenha frequentado um curso do CVG-SP. Sinto orgulho em fazer parte dessa história”, disse.


Um dos convidados, o advogado Antonio Penteado Mendonça, elogiou o CVG-SP por seus propósitos e atuação destacada dentre as entidades do setor. Ele aproveitou para estender o elogio à gestora Lucia Gomes por seu importante trabalho nos últimos 18 anos. “O CVG-SP conseguiu se reinventar e adquirir musculatura para ocupar um espaço extremamente importante no sistema de seguros. Nos próximos anos, haverá uma explosão na demanda de seguro de pessoas e o CVG-SP terá um protagonismo importante”, disse.


Além de um brinde personalizado, o CVG-SP comoveu os homenageados ao exibir no telão fotos de

toda a trajetória da entidade. Ao se reconhecerem nas fotos antigas, ainda jovens, muitos manifestaram a emoção de terem contribuído para a consolidação do CVG-SP. Oldemar Fernandes se recordou do apoio essencial de Roberto Luz, então secretário do Sindseg-SP, ao CVG-SP, logo nos primeiros anos de atividade. O presidente Kasahya fez questão de registrar que o CVG-SP continua contando com o apoio do Sindseg-SP, tanto que ocupa uma sala em suas dependências. “Até hoje o Sindicato das Seguradoras abriga o CVG-SP”, disse.


Dentre os homenageados, também marcaram presença no evento: os fundadores Darci Rodrigues Porto, José Luiz Macea, José do Carmo Balbino da Silva, Norberto Ferreira Aranha Neto, Pedro Raimundo Rodrigues Bacelar, Carlos Albino Vidal de Oliveira e Silvio Nececkaite Sant’Anna, além do atual conselheiro Ronaldo Megda Ferreira, presidente nas gestões 1999/2000 e 2000/2001.


Novas associadas

Durante o almoço, o CVG-SP deu as boas-vindas a oito empresas associadas: Alper Seguros, CRD Seguros, Campos e Associados, Previsul Seguradora, Primo Seguros, Selletiva Assessoria em Seguros, 77Seg e TGL Consultoria em Seguros.


Fonte: CVG-SP

Crédito: Antranik Photos

Tags: