Associação Paulista dos Técnicos de Seguro

Largo do Paissandu, 72 - 17° andar Cj. 1704

São Paulo - SP - 01034-901

apts@apts.org.br

Páginas oficiais

  • Wix Facebook page
  • Wix Twitter page
  • Wix Google+ page

Copyright © 2014 APTS. Todos os direitos reservados.  Política de privacidade.

Destaques

Susep promove workshop sobre registro das operações

16/01/2020

1/1
Please reload

Busca por Tags
Please reload

Para Bertacini, corretores devem se antecipar ao fim da crise

08/06/2016

 

No almoço de lideranças do setor, promovido pelo CCS-SP, o presidente da APTS afirmou que a crise é passageira e que os corretores devem saber aproveitar as oportunidades atuais.

 

O presidente da APTS, Osmar Bertacini, compôs o grupo de lideranças do setor de seguros convidado pelo Clube de Seguros de São Paulo (CCS-SP) para analisar os impactos do cenário econômico e politico atual na corretagem de seguros, dia 7 de junho, em almoço no Circolo Italiano.

 

Ao lado do mentor do CCS-SP, Adevaldo Calegari, do presidente do Sincor-SP, Alexandre Camillo, e de outros líderes do setor, Bertacini reconheceu que o momento atual é difícil, mas que será superado. “Com mais de 50 anos de carreira, já passei por diversas crises econômicas e todas ficaram para trás. Por isso, não tenho que a crise passará e que o setor de seguros irá superar as turbulências”, disse.

 

 

Bertacini, que preside a Humana Seguros, uma das maiores assessorias do país, observou que a APTS mantém um vinculo forte com a corretagem de seguros, já que a grande maioria de seus diretores atuam nesta área. Ele, que também ocupa o cargo de 2º secretário do Sincor-SP, orientou os corretores a aproveitarem as oportunidades atuais. “Se soubermos aproveitar as oportunidades atuais, quando a crise terminar, estaremos um passo à frente”, disse.

 

Assim como outras entidades do mercado, a APTS, segundo Bertacini, também sofre os impactos da crise econômica, mas permanece firme. “É a única associação de técnicos de seguro que existe, pois as de outros estados já deixaram de existir, e a única que defende os interesses desta categoria”, afirmou.

 

Bertacini aproveitou o ensejo para reivindicar a valorização dos técnicos de seguro. “Apesar de não aparecerem, são estes profissionais que subscrevem os riscos, precificam, elaboram produtos e fazem a regulação de sinistros. Por isso, são essenciais para a sobrevivência e solvência das seguradoras”, disse. Ele encerrou sua participação, convidando os associados do CCS-SP a se associarem à APTS. “Com a participação dos corretores, podemos resgatar o valor dos técnicos de seguro”, disse.

 

 

 

 

Please reload

Últimas notícias
Please reload