Destaques
Busca por Tags
Últimas notícias

Seguros SURA está entre as maiores no ranking de seguros da América Latina

• A companhia está no recente ranking anual da Fundação Mapfre, na terceira posição no segmento de Não-Vida, na sua medição de volume de prêmios em milhões de dólares

• No segmento Gerais do Ranking Total, a Seguros SURA se manteve no oitavo lugar e é a quarta entre as companhias de origem latino-americana.

• Seguros SURA tem uma participação de mercado de 2.8% no mercado regional e, em particular, é de 4.1% em Gerais e de 1.2% em Vida.

São Paulo, setembro de 2020 - Como companhia especializada na Gestão de Tendências e Riscos, com uma plataforma multissolução, multicanal e multissegmento que acompanha 18 milhões de assegurados em nove países da região, Suramericana, ou Seguros SURA, subsidiária do Grupo SURA, subiu do quarto ao terceiro lugar no segmento de seguros Não-Vida, no último "Ranking de Grupos Seguradores na América Latina", publicado pela Fundação Mapfre, sendo a primeira de origem latino-americana.

No Ranking Total, classificação dos grupos seguradores do mercado na América Latina, a Suramericana se manteve no oitavo lugar e é a quarta entre as latino-americanas, atrás de três seguradoras brasileiras. Com um volume de prêmios que superou os USD 4.000 milhões de dólares em 2019, a Companhia registrou uma participação de mercado de 2.8%, segundo o informe.

"Nos posicionarmos entre as seguradoras latino-americanas mais relevantes tem sido possível graças a nossa estratégia como gestores de tendências e riscos, que nos permite avançar na entrega de capacidades para as pessoas e as empresas, a maior diversificação do nosso portfólio com soluções que transcendem a segurança tradicional, assim como continuar consolidando as companhias nos nove países onde Seguros SURA está presente", expressou Juana Francisca Llano, a Presidente de Suramericana.

No segmento de Vida, a Companhia se posiciona como a nona de origem latino-americana e se encontra no 17º lugar no escalão geral. Vale destacar que a produção por valor de prêmios no último ano se deu em 52% em seguros Gerais e 48% em Vida, que somaram aproximadamente 16 milhões de apólices.

A Seguros SURA tem desenvolvido quatro frentes de negócio nas operações da região: Autos, Vida, Saúde e Empresariais, onde os portfólios de soluções se tem se diversificado para acompanhar as pessoas e as empresas, não somente quando ocorre um sinistro, mas desde a entrega de capacidades e conhecimento que permite identificar oportunidades em mobilidade, competitividade, conectividade, hábitat, saúde e autonomia.


Resultados da Suramericana até junho

No fechamento do primeiro semestre, a Companhia consolidou ingressos totais que aumentaram 10.5% e somaram USD 2.391 milhões, com um crescimento nos segmentos de seguros Gerais (7.5%), Vida (7.0%) e a prestação na Colômbia de serviços na saúde (21.5%).

Além disso, a Seguros SURA se destaca pela recuperação de ingressos por rendimento de portfólios das seguradoras, em particular da filial na Argentina. O resultado consolidado foi de USD 79 milhões, 68.3% a mais do que o mesmo período de 2019.

"Os resultados refletem os esforços de fidelizar os nossos clientes desde três frentes: transformação do modelo operativo; desenvolvimento de novas soluções e reconversão de outras, para responder às condições atuais das pessoas e das empresas na região; ao mesmo tempo que fortalecemos nossos acessos e canais. Assim, cuidamos do ajuste de reservas, a solvência e a liquidez frente aos cenários que temos projetado diante a pandemia", indicou Juana Francisca Llano, a Presidente de Suramericana.


Mercado segurador na região

Finalmente, o mercado segurador na região teve um comportamento positivo em 2019 que somou um volume de prêmios de USD 153.113 milhões, um 1.7% a mais do que em 2018, segundo o relatório da Fundação Mapfre. Especificamente, houve um crescimento no segmento Vida de 5.1%, enquanto diminuiu 1% no segmento Não Vida, explicado, em boa parte, pela depreciação das moedas locais em comparação ao dólar, particularmente na Argentina e no Brasil.


Fonte: Dfreire

Tags: