Destaques
Busca por Tags
Últimas notícias

João Bosco dá continuidade ao projeto Blue Note Rio Live Sessions

Um show intimista e interativo promovido pelo Blue Note RJ com o patrocínio da Porto Seguro Cartões


No dia 15 de agosto, às 20h, um dos maiores nomes do MPB, João Bosco, dará continuidade ao projeto Live Sessions, com transmissão por meio do canal do YouTube do Blue Note Rio de Janeiro, em uma apresentação intimista durante 1h30. O evento online contará com grandes clássicos da carreira do artista, como: O Bêbado e a Equilibrista, Jade, Cordeiro de Nanã, Nação, Quando o Amor Acontece, Papel Maché e muitos outros.

Como forma de ajudar as pessoas mais afetadas pela pandemia do novo coronavírus, a tela trará um QR Code através do qual poderão ser feitas doações de cestas básicas para o projeto Mesa Brasil, promovido pelo Sesc. Além disso, a live disponibilizará outro QR Code que levará as pessoas a se inscreverem no projeto Meu Porto Seguro, criado para oferecer 10 mil oportunidades de trabalho temporário e de capacitação para pessoas que perderam emprego durante a pandemia ou que já estavam em busca de recolocação.

Cantor, compositor e violonista, João Bosco viveu sua infância em um ambiente musical. O bandolim, o piano, o canto e o violino faziam parte de seu cotidiano familiar. Aos 12 anos de idade, ganhou um violão verde e passou a integrar o conjunto de rock X-Gare. Alguns anos depois, ingressou na Escola de Minas, em Ouro Preto, para cursar Engenharia Civil. Apesar de não deixar de lado os estudos, dedicava-se sobremaneira à carreira musical, influenciado principalmente por gêneros como jazz, bossa nova e tropicalismo. Em 1967, conheceu na casa do pintor Carlos Scliar, em Ouro Preto, o poeta Vinicius de Moraes, que viria a ser seu primeiro parceiro. Com o poeta, compôs "Rosa dos Ventos", "Samba do Pouso" e "O Mergulhador", entre outras canções.

A parceria com Aldir Blanc começou em 1970, quando conheceu o compositor que formaria com Bosco a parceria que lhes rendeu mais de uma centena de canções como “O Mestre Sala dos Mares”, “O Bêbado e A Equilibrista”, “Bala com Bala”, “Kid Cavaquinho”, “Caça à Raposa”, “Falso Brilhante”, “O Rancho da Goiabada”, “De Frente Pro Crime”, “Fantasia”, “Bodas de prata”, “Latin Lover”, “O Ronco da Cuíca”, “Corsário”.

Em 1972, conheceu Elis Regina, que gravou uma parceria sua com Aldir Blanc: “Bala com Bala”. A carreira deslanchou a partir da interpretação da cantora para o bolero “Dois Pra Lá, Dois Pra Cá”.

Para comemorar seus 30 anos de carreira, o artista decidiu presentear os fãs com o lançamento de seu primeiro DVD ao vivo: “Obrigada Gente!”, que chegou às lojas em 2006, e traz no repertório sambas célebres da década de 60 e hits mais recentes do cantor. O show foi gravado em São Paulo e conta com participações de Guinga, Hamilton de Holanda, Yamandu Costa e Djavan.

Em 2009, João Bosco volta ao estúdio e lança seu primeiro disco de inéditas em seis anos. "Não Vou Para o Céu, Mas Já Não Vivo no Chão", composto por 13 faixas e entre outras novidades, traz composições feitas com o parceiro Aldir Blanc e apenas uma faixa não leva a assinatura de João Bosco: o samba "Ingenuidade", de Serafim Adriano.

Em 2010 "Cai na Estrada" na turnê de divulgação do mais recente trabalho, realizando diversos shows no Brasil e na Europa, sempre com ótima receptividade por parte da crítica e do público. O CD "Senhoras do Amazonas", gravado com a NDR BIG BAND, é lançado na Alemanha.


Link do canal do Blue Note Rio: www.youtube.com/bluenoterio


Fonte: Iccom

Associação Paulista dos Técnicos de Seguro

Largo do Paissandu, 72 - 17° andar Cj. 1704

São Paulo - SP - 01034-901

apts@apts.org.br

Páginas oficiais

  • YouTube
  • Wix Facebook page
  • LinkedIn ícone social
  • Wix Twitter page

Copyright © 2014 APTS. Todos os direitos reservados.  Política de privacidade.